Abas primárias

Uma dança na França ( Berimbaobab Brasil 2019)

Dança - João Pessoa, PB
kicks
Arrecadados da meta de R$1.650,00
Encerrado!
Campanha flexível

Esta campanha recebeu todos os fundos arrecadados até 28/06/2019.

Release artistico de Karla Oliveira:

Danço desde os meus seis anos de idade, sou capoeirista e há dois anos estudo as corporeidades das danças urbanas. Atualmente, estou cursando Danças Urbanas no Centro Estadual de Artes. Irei iniciar no segundo semestre de 2019, o curso de Licenciatura em Dança pela UFPB.

Integrante do Coletivo Tribo Éthnos e do grupo "Danças Urbanas Cearte".Participo desde 2018 do projeto "Berimbaobab Brasil".

Trago a dança como movimento de libertação e transformação. Me afirmo através do movimento, pois o tenho como caminho de auto conhecimento e resistência. A escolha por ser um corpo pensante e inquieto é combustível para minha estatueta de artista e dançarina. 

 

Orçamento:

Este ano fomos convidados para uma turnê na França, na cidade de Lyon e região circunvizinha a ela. Para isso, os promotores dessa empreitada, lá na França, custearão quatro passagens, estadia, alimentação e traslado. A nós, cumpre comprar as demais passagens para garantir a ida de um total de onze pessoas, que levarão três shows diferentes com artistas que compõem o nosso projeto.

Eu, Karla, como bailarina do projeto, fui convidada para ingressar nessa turnê. Para realizar a oportunidade de dançar na Europa, é necessário que eu custeie as minhas passagens de ida e volta. Preço da passagem Recife-Lyon- Recife, pela TAP, com partida em 28 de julho e retorno em 13 de agosto de 2019.

Entre as ações traçadas pelo Berimbaobab, enumeramos:

1 – JANEIRO E FEVEREIRO DE 2012 – Ida de Vant Vaz, Izzah Ribeiro e Ayleen Vant (Tribo Ethnos), Adeildo Vieira, Rudá Barreto, Lavínia Teixeira e Vitor Rama para o Senegal, realizando uma turnê com os artistas Samuel Demoliens, Partice Gomis e Peace Orchestra. Esta turnê percorreu cinco cidades daquele país, além de Bajnul (capital da Gâmbia), realizando seis shows.

2 – NOVEMBRO DE 2013 – Ida de Glaucia Lima para o Festival Du Sahel, no Deserto de Lompoul, no Senegal. Junto com ela foram os músicos Dennis Bulhões e Rudá e Uaná Barreto. Glaucia foi a única artista presente da América Latina.

3 – FEVEREIRO de 2014 – Residência artística com o músico nigeriano Ìdòwú Akínrulí em João Pessoa.

4 – MARÇO DE 2014 – vinda do compositor e cantor francês Patrice Gomis para show e residência artística em João Pessoa. Sua permanência de um mês entre nós resultou na realização de quatro shows na capital e viagens para Pernambuco e interior da Paraíba, com fins de reconhecimento cultural.

5 – NOVEMBRO DE 2014 – vinda do grupo senegalês Toll Bi para residência artística na Paraíba, o que culminou na realização quatro shows, dois deles integrados com o show BERIMBAOBAB BRASIL.

6 – AGOSTO DE 2018 – ida de Adeildo Vieira para a França para participar do Festival “Le Nuits de La Poterie”, acompanhado de Rudá Barreto e Gilson Machado (membros de sua banda). Na ocasião foram feitos mais cinco shows em regiões vizinhas à cidade de Lyon.

7 – NOVEMBRO DE 2018 – vinda do cantor e compositor senegalês Umaro Ndyaie para residência artística em João Pessoa, resultando na realização de três shows na capital, um deles por ocasião da Semana da Consciência Negra, promovida pelo Governo do Estado da Paraíba.

8 – AGOSTO DE 2019 – Convite pra o BERIMBAOBAB BRASIL participar do Festival “Les Nuits de La Poterie”, desta vez com a presença de nove artistas envolvidos no projeto.


A hora é agora! Contribua com
Uma dança na França ( Berimbaobab Brasil 2019)

Saiba mais sobre o criador desta campanha:

Facebook | Instagram

Conheça quem está à frente desta campanha

Karla Oliveira
  Karla Oliveira
  

Você acredita que essa campanha tenha conteúdo proibido? Reporte esta campanha.